O turismo cresce em Mérida em 7% em 2019.

Mais turistas e mais pernoites, mas apenas uma visita de um dia. Em 2019, Mérida alcançou números recordes em termos de número de turistas e acomodações de hotéis, graças à atração do público estrangeiro, cujas visitas cresceram 13,1%, contra 4,7% dos viajantes nacionais. . Estes são os dados da Pesquisa de ocupação do hotel preparada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que representa 69,9% da ocupação média anual de quartos de hotel em Mérida nos finais de semana. Há cinco anos, esse percentual era de 57% e, apesar do aumento, a permanência dessas pessoas ainda é inferior a dois dias.

Segundo os dados do INE, Mérida recebeu um total de 262.800 turistas em 2019, dos quais 21,1% eram estrangeiros. De fato, este é o grupo que mais cresce, especificamente 13,1%, de 49.358 viajantes internacionais de 2018 para 55.842 em 2019 (6.484 mais). Enquanto isso, os viajantes nacionais aumentaram 4,7% e, no total, alcançaram 206.958, 9.464 a mais que em 2018.

A cidade recebeu 262.800 viajantes que fizeram 402.128 dormidas. A ocupação média anual sobe para 70%, mas a estadia é inferior a dois dias.

O aumento no número de turistas também se refletiu no aumento das dormidas. Essas pessoas fizeram um total de 402.128 acomodações nos hotéis da cidade, representando um crescimento de 7,4% em comparação com 374.417 em 2018 e também um número recorde. A ocupação média do ano todo nos finais de semana também aumentou, de 57% registrado em 2015 para 69,9% em 2019. No entanto, a permanência pouco mudou: dos 1, 4 dias depois, passou para 1,7 em dezembro de 2019.

A boa saúde do turismo emeritense é verificável desde 2015, de acordo com os dados fornecidos pelo INE. Desde então, o número de viajantes que chegam à cidade cresceu 32%, principalmente devido ao aumento do turismo internacional, que aumentou um ponto a mais do que o de origem nacional.

Fonte: El Periódico de Extremadura